Psicoterapia Cognitivo Comportamental Individual

A abordagem Cognitivo Comportamental ganhou reconhecimento público por alcançar resultados positivos não apenas vinculados à diminuição dos sintomas que causam sofrimento psicológico, mas também a uma melhoria em diversos aspectos da vida.

A Terapia Individual Cognitivo Comportamental é escolhida por várias pessoas (ou indicada por profissionais de saúde a seus pacientes) por ser uma modalidade psicoterapêutica estruturada, direta, focalizada em objetivos claros e definidos e, principalmente, focalizada no presente. Com uma perspectiva, portanto, de atenuar o sofrimento em um curto período de tempo e ajudar as pessoas a voltar a “funcionar” como necessitam. Ela funciona a partir de um processo de mudanças nas interpretações e padrões de raciocínio, além de mudanças na forma de agir, em experimentar novas estratégias de enfrentar as situações que geram sofrimento. Atua, por consequência, em seus sistemas de crenças, valores, interpretações mais generalistas, levando a uma transformação também emocional.

São diversos os motivos pelos quais uma pessoa procura Psicoterapia Cognitivo Comportamental, alguns exemplos são: dificuldades afetivas e nas relações em geral (problemas conjugais, com filhos, etc), alterações de humor (tristeza profunda, nervosismo constante, sentir ansiedade, sentir estresse), medo exagerado de algo (medo de voar, medo de mudar, fobias), um tipo de funcionamento rígido que leva ao sofrimento, não conseguir deixar de fazer algumas coisas que são feitas obsessivamente.

A Psicoterapia Cognitivo Comportamental é reconhecida como uma das principais abordagens psicoterápicas com evidência de efetividade para acompanhar os tratamentos de Transtorno do Pânico, Transtorno Obsessivo Compulsivo, Transtornos de Ansiedade Generalizada, Depressão, Tricotilomania, Transtornos alimentares.


http://www.div12.org/sites/default/files/WhatIsCognitiveBehaviorTherapy.pdf

Autor: Dra. Larissa Sandoval

 

« voltar para psicoterapias

Compartilhe:
WhatsApp chat